terça-feira, 10 de julho de 2012

Por que recomeçar?

Ontem foi meu aniversário completei 36 anos. Esse aniversário coincide com meu recomeço. Explico: Quando a Sofhia nasceu o Miguel estava comigo e com ela em Piraju, mas quando ela completou 4 meses foi chamado para um trabalho em Marília e desde então ficamos separados, eu e ela em Piraju e ele em Marília. Nos víamos aos fins de semana, mas ele perdeu de ver ao vivo os primeiros passinhos dela, perdeu de ouvir a primeira palavrinha que ela disse, as gracinhas, a primeira letrinha que escreveu, nunca assistiu a nenhuma apresentação da escola dela. Eu sempre filmei tudo e ele via depois, em contrapartida eu e ela também perdemos muito, ela não sabia que os pais voltavam para casa todos os dias, nunca soube o que era acordar todos os dias com o papai em casa, eu vivia preocupada com tantas responsabilidades sozinha ele me ajudava no que dava mas na hora de executar era comigo mesmo. Desde que ele veio pra Marília eu e ela não soubemos mais o que era ter férias em casa, sabe aquele negócio de acordar mais tarde nas férias? Ficar fazendo uma horinha na cama sem ter pressa pra levantar? Não tínhamos isso por que mal entrávamos de férias e vínhamos correndo para casa da vó em Marília.
Essa vida cansou, tanto eu quanto ele já tínhamos perdido as esperanças desse problema se resolver. Há 2 anos eu prestei um concurso para prefeitura de Marília mas nada de me chamarem, quando dia 06 de junho que era para ser só mais uma quarta feira comum, o telefone da escola começou a tocar insistentemente. Eu estava fazendo sondagem com um aluno do 1º ano, não havia ninguém na secretaria nem na cozinha para atender o telefone, como tocava insistentemente uma das cozinheiras deixou o que estava fazendo e foi atender, era meu marido querendo falar comigo. Imaginei que iria levar uma bronca dele pois para ligar na escola é porque eu não tinha atendido o celular. Quando atendi ele chorava sem parar, levei o maior susto, minhas pernas tremiam e ele não conseguia falar, eu sem nem saber do que se tratava também chorei mas de nervoso, até que ele me contou que uma funcionária da prefeitura de Marília havia ligado pra ele pois estava tentando falar comigo e eu não atendia o telefone. Havia chegado minha vez! Ai a choradeira foi geral, eu tremia tanto afinal era a realização de um sonho. Liguei na prefeitura e fiquei sabendo que tinha 24 horas para assinar a convocação, a partir desse dia minha correria começou pois estamos em ano político e eu tinha 2 semanas para acertar tudo em Piraju, e começar a trabalhar em Marília.
Chorei muito, ora de alegria ora de tristeza. Fiquei feliz em saber que todos que sabiam da minha vinda lamentavam por eu vir embora mas ficavam felizes porque finalmente a família ficaria junta.
Foi assim que dia 15 de junho eu já tive meu primeiro dia de trabalho em Marília. Tudo aqui é uma novidade imensa, vim de um cidade pequena onde conhecia praticamente todos, larguei a coordenação pedagógica, larguei a capacitação de informática para voltar para sala de aula, o maior desafio é a clientela, fui chamada para ser professora de EMEI trabalhar com crianças de 0 a 5 anos, é tudo muito diferente, muito novo, fiquei a primeira semana sem dormir, ainda tenho muito medo e muitas dúvidas porém creio muito que irei vencer. Consegui minha casa em 3 dias, num bairro muito seguro e agradável, adorei a casa!!! Acertei a mudança no mesmo dia, e hoje começou uma ajudante aqui comigo, tudo está se encaixando.
Deus não me trouxe pra cá para perder e sim para vencer, tudo está dando certo basta eu me esforçar que irei vencer. Outra coisa que mexeu muito comigo foi a questão religiosa, fui evangélica durante muitos anos da minha vida, porém de uns 10 anos para cá deixei tudo de lado, fiquei muito descrente, no entanto as coisas em minha vida nesse ano de 2012 estão se encaixando tão perfeitamente que fica nítido ver que há uma força superior dirigindo minha vida, essa sensação de que alguém ou algo cuida e se importa comigo me faz sentir força e vontade de vencer.
Nesse blog vou escrever aos poucos meus desafios do dia a dia, tenho certeza não serão poucos, mas agora a família está finalmente UNIDA!!!






(Só para registrar rs nessa foto fazia 1 mês da minha bariátrica hoje já estou com 25 kgs a menos que na foto!)


4 comentários:

  1. Que bom isso!! Um belo recomeço, cidade nova, tudo novo!!
    E 25 quilos menos? Maravilha!! Tudo de bom,beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. kelly! vai ser mto bom ter a familia junto
    um novo emprego, uma nova cidade, tudo novo!
    parabens!
    lilian

    ResponderExcluir
  3. Kelly! antes de tudo que bom te ver de novo, mesmo que virtualmente. fico mto contente. e ainda mais por ler TANTA NOVIDADE BOA!!! poxa, vc mais que merece tudo isso, vc não sabe o qto esse post me deixa contente. parabéns!!! e que tudo isso seja sempre constante em sua vida, que seus caminhos sejam sempre de paz e amor. vc merece!
    bjs, bom dia pra vc!

    ResponderExcluir
  4. Kelly, sua história é linda! Desejo muito sucesso. beijos, Ro

    ResponderExcluir